A geração playmobil, a geração afrescalhada

Falar o quê? Sem comentários...

Muito me impressiona a boiolagem que se disseminou pela nossa juventude. Quando digo “boiolagem”, não me refiro ao homossexualismo em si, mas à bichisse. Como diz meu pai, não tenho problema com gay, mas sim com a bichisse. A maldita bichisse! Para quem não sabe, bichisse é frescura, é “mimimi”, ou ser metrosexual em uma idade na qual isso deveria ser supérfluo. E isso nos últimos anos, graças à ajuda de ícones do lixo pseudo-artístico como Justin Bieber, Restart e Colírios, corrompeu 95% dos nossos jovens. Depois da geração Coca Colla, criamos a geração playmobil, a geração afrescalhada.

Fui a uma festa junina da minha antiga escola há algum tempo atrás e percebi o quanto esse “Bibarismo” está infectando os garotos. Chegou a um ponto que não podemos mais controlar, está insustentável meus caros! São clones e mais clones do Justin Bieber por todos os lados! Eles saem de todos os lugares com seu figurino escroto e purpurinado. Cheguei a atualizar um famoso provérbio bíblico em minhas orações: mil serão Biebers a seu lado, dez mil à sua direita, mas tu não serás atingido, amém.

É sempre o mesmo cabelinho ridículo de playmobil, ajeitadinho pro lado, roupinhas coloridinhas, correntinhas e mais miniminimiiiminiminimilow (quem não conhece isso, veja o vídeo do Hermes e Renato, link no fim do texto). Às vezes com um bonezinho de lado tals, sem tampar completamente o cabelo, óbvio. E ficam lá, andando, se achando os tais, com suas cabeças de cotonetes se movimentando de forma quase robótica. Afinal, se mexer muito pode estragar o penteado e isso, para eles, é a morte. O fim. Fazem mais escândalo que uma mulher vaidosa ao quebrar a unha. São frágeis, patéticos, em sua maioria magros e cabeçudos. Mas mexa no cabelo deles que viram demônios sanguinários.

No entanto, descobri uma arma poderosa contra o exército Biberiano: o espelho. Mostre um para eles e todos ficam hipnotizados, paralisados, olhando e olhando. Alguns tiram um pente da cavidade anal e começam a ajeitar as madeixas com carinho e dedicação. Podem ficar horas e horas nesse ritual. Cabelinho para a esquerda… para a direita… Podemos até ensinar alguns truques para eles. Senta… rola… finge de morto… bom garoto, pega o espelho, não morde!

Os tempos mudaram senhores. Hoje quem espera o outro se arrumar é o sexo feminino:

– Vamos, estou pronta há séculos!

– Já vou, só terminar de arrumar meu cabelo…

Horas depois…

– Tá pronto?

– Sim só falta a roupa. Me ajuda? Essa jaqueta roxa com a camiseta amarela e a calça azul piscina ou esse blusão laranja, boné verde água e calça rosa?

Patético. Quando vejo esses escrotos tenho o mesmo ímpeto agressivo que sinto ao ver o Bieber na TV, ou aquele verme do Emilinho Zurita. Dá muita raiva e vontade de desmanchar o cabelinho na base do cascudo e da tesourada. “Ai, você precisa ser menos intolerante, aceitar as diferenças.” Desculpem-me, mas a falta de originalidade e personalidade casada com a bichisse do Biberismo são demais para mim. E convenhamos, se eu fosse tolerante e pregasse o respeito mútuo, vocês não visitariam meu blog. A graça é justamente ler meus estribuxos de raiva. E cada vez que eu vejo um deles me dá raiva. Fazer o quê? Se abro um site e dou de cara com: “não consigo sormir sabendo que tem gente passando fome no mundo”, by Justin Bieber, o autruísta. Dá ou não dá vontade de espancar? Doa todo seu dinheiro então o filho duma égua. Só o que você gasta de gel e laquê já alimenta o chifre da África seu escroto!

Mas voltando, onde estão os moleques sujos de jogar futebol, despenteados, fedendo a CC, pois não se acostumaram a usar desodorante ainda? Foram substituídos por clones de seres ridículos? Pasmém, esse é o futuro da nação? Sorte que o moicano do Neymar está masculinizando um pouco alguns desses seres. Continuam sem originalidade, mas menos viadinhos. Já é alguma coisa. Na minha época, o máximo do cuidado pessoal era o gel no cabelo. Com o topetinho, ou deixar espetado. E já era meio suspeito!

O pior é ver as menininhas caindo nessa. As menininhas de verdade, não os menininhas. Lobotomizadas pelo vírus denominado Capricho, que disseminam pragas como os “Colírios”. Passam a achar esses lixos bonitinhos. Dando moral para a continuidade dessa doença maléfica. Imagino que seres feios, desprezados, que não ficam com nenhuma ninfetinha, se sintam obrigados a entrarem na moda da bichisse para ver se conseguem alguma. Eu até entendo, é foda não ter ninguém nessa idade e as menininhas contribuem para esse processo. Mas não siga essa onda. Seja você mesmo, se vista como quer. Deixar de ser você para agradar os outros é ridículo e isso somado ao cabelinho do Bieber torna a coisa ainda mais lamentável.

No meu caso, sempre fui desleixado. Andei despenteado 95% dos dias da minha vida. E, tirando minha fase de anão, sempre tive companhias. Acredito que a maioria que teve interesse em mim foi pelo humor, pelas merdas que falava, pela personalidade e até pelo jeito ranzinza e às vezes chato. Nunca apenas pela beleza, isso é certo. Anotem aí: dia que precisar virar um Bieber para não ficar sozinho eu pularei da cobertura do meu prédio. De cabeça! Cantando: take on meeeeeee! Take me ooooooooon!

Segue o link do vídeo do Hermes e Renato: http://www.youtube.com/watch?v=oGY-OkRclnU

Até a próxima!

Anúncios
Published in: on agosto 25, 2011 at 2:36 pm  Comments (18)  

The URI to TrackBack this entry is: https://hilariodiario.wordpress.com/2011/08/25/a-geracao-playmobil-a-geracao-afrescalhada/trackback/

RSS feed for comments on this post.

18 ComentáriosDeixe um comentário

  1. “Mil serão Biebers a seu lado, dez mil à sua direita, mas tu não serás atingido, amém.”

    KKKKKKKKKKKK! Sensacional o texto! Tava faltando entre os demais mano! Acho q se eu fizer algum comentário aqui não vai somar em absolutamente NADA pq vc já mencionou td o q qlqr ser de bom senso pensa e tem isso entalado na garganta. É simplesmente DEPRIMENTE essa juventude criada a “leite-com-pêra” e “ovomaltino”! Essa geração d MERDA dos anos 2000-201(?). Falta de personalidade, falta de caráter, falta de masculinidade e criatividade, falta de atitude, enfim.. falta de tudo. Adolescentes influenciáveis um cortezinho de cabelo de jogador de futebol q vai pronto pra desfilar no SP Fashion Week e/ou por um cenário de “música-fashion” deplorável! A moda vindo antes da paixão pela música, a falta de mensagem interessante e com algum conteúdo chega a me dar náusea. Qlqr boçal faz uma música romântica com rimas pobres e bregas. Acho q esses jovens cheios d bichices usam calças coloridas coladas e cuecas apertadas justamente pra aguentar ouvir esse lixo sonoro mela-cueca, só assim msm. Mais irritante q isso é ver a “mulherada” q não valoriza mais a figura masculina e isso veio ocorrendo d forma gradativa. Há tempos atrás, era os “Hanson’s”, foi passando o tempo e foi piorando, passando por Jonas Brothers aos atuais Restart e Cine. Fico me questionando o q aconteceu d um tempo pra cá, parece q não acompanhei isso pq simplesmente explodiu essa idolatria por coisas coloridas e purpurinadas. Cadê o antigo Raimundos? Nem Charlie Brown Jr. ouve-se mais falar! (Nem preciso mencionar as bandas d sucesso efêmero como Detonautas, DiBob, Forfun, q não somaram em absolutamente nd no cenário musical nacional). O q resta então pra qm sempre gostou d um rock d qualidade, com mensagens e letras boas? Procurar bandas e músicas desconhecidas e gringas, sabendo q com mta sorte terá algum show dela algum dia no Brasil. Até isso acontecer, anos d espera…
    Enfim, esse texto abre alguns tópicos mto interessantes pra se discutir, a música é um exemplo. O esquema é infelizmente tentar ignorar isso ou se resignar e torcer pra q essa merda mude algum dia, d preferência/no mínimo, pra como era antes, nos bons anos 90 pra trás…

    Abraço dom, belo texto! Tamo junto sempre!

  2. Ah! E o desfecho do texto foi sensacional! Take on me! Take me on! All be gone…! \m/

  3. jovem, já estava com saudades de vc e de seu mal humor crônico incansável…
    ando numa correria só, sem tempo até pra mim msm.
    mas a cada mês eu dou uma espiada aqui pra rir um pouquinho escondida. rsrsrs
    abraços
    quando tiver um tempinho eu entro no msn pra gente tc. nesse tempo sumida aconteceu muuuuuuuiiiiita coisa comigo… (muitas ruins) que estou até hoje estressada… depois te conto…

  4. sabe que esses moleques parecem msm os bonequinhos do playmobil. ah mas eu gostava tanto desses bonecos!
    eu msm nem sei a diferença entre eles e os emos… (ah tá, o preto) rsrsrsrs
    o bom disso é que essas tranqueiras são descartáveis e passa rápido. logo esse bieber, a chatice do luan santana mais cia ltda que eu nem sei dizer de onde surgiram estarão tão famosos quanto macaulay culkin, bonde do tigrão, tchan e outros lixos que já foram enterrados juntos com suas criações.

  5. Porra sangue já tava sentindo falta dos textos, essa semana mesmo te perguntei o que tinha acontecido… Passei o link pra galera que trampa aqui comigo, se todos vão ler ou comentar não sei, mas to disseminando a revolta uhauhauahauha.

    Po como bem dito pelo soninho, mas conhecido aqui no blog por Andsu… cade as bandas de verdade dessa merda. Infelizmente pra vc ver uma mulherada legal e tentar encontrar alguém vc é obrigado a ir em lugares que só tocam LIXO… como dito pela Kelly, Luan Santana e cia? De onde tiraram esse matutos dementes pra cantar aqui na cidade? PQP… vai toca pra boi dormir bando de FDP. Resumindo… Nossa geração foi extinta, talvez daqui alguns milhares de anos algum paleontologo encontre nosso DNA dentro de um mineral dos inferno e faça ressurgir a geração onde homens, se pareciam e agiam como homens. Diferente dessa geraçãozinha escrota que só falta tatuar na testa “EU QUEIMO A ROSCA, igual o Justin”.

    Ah… o bom e velho HEAVY METAL ainda me consola… pelo menos podemos viver com as coisas do passado. Imagina se vc só tivesse a opção de ouvir o que é atual… seria o inferno na Terra

    Abraço sangue!

    • Huaehuahuahae é vdd China, algum dia algum paleontólogo vai descobrir q somos um elo perdido q nos diferenciamos geneticamente desse bando d muleques q se acham homens com a franjinha atraente e um físico mais do q fenomenal! Qm sabe, eles poderão descobrir futuramente o q houve de errado na escala evolutiva e talvez possam dizer q foi apenas uma fase efêmera do Homo sapiens!

      (Nossa, errei feio numa parte da letra da Take on me, aehuahuah melhor ficar no FOREVER YOOOOUNG!!! Hahahaha! Abraço sangue!)

      • auhauhauha, imagina como vâo ser as teorias “Analisando o passado desse povoado, percebemos que tudo começou com uma fase porca de É o Tchan, que evoluiu pra um lixo carioca chamado funk que originou o Bonde do Tigrão, depois houve um efeito em cacata com Lano (Festa no Apê), Asa de águia, Chiclete com banana, chegando ao HOMO-Emoqueimarosca… e por fim a ERA do SERTANOJO! Infelizmente, o elo dos anos 80, 90 se quebrou e perdemos a geração revolucionária. Isso foi uma grande perda para a humanidade!!!” uahuahuahauhauah eu acho que vai ser mais ou menos isso

        Abraço sangue!

      • auhauhauha, imagina como vão ser as teorias “Analisando o passado desse povoado, percebemos que tudo começou com uma fase porca de É o Tchan, que evoluiu pra um lixo carioca chamado funk que originou o Bonde do Tigrão, depois houve um efeito em cascata com Latino (Festa no Apê), Asa de águia, Chiclete com banana, chegando ao HOMO-Emoqueimarosca… e por fim a ERA do SERTANOJO! Infelizmente, o elo dos anos 80, 90 se quebrou e perdemos a geração revolucionária. Isso foi uma grande perda para a humanidade!!!” uahuahuahauhauah eu acho que vai ser mais ou menos isso

        Abraço sangue!

  6. Credo Ra, vc ta muito retrô!!
    ahuehauheuahe Adorei o texto, grande beijo

  7. lembro que um ano atráz eu me vangloriava do país estar passando por um período improdutivo “graças à deus” em relação a música. pq vou te contar. foi uma década e meia de pura porcaria.
    começando com mamonas… ensinando a molekada a falar baixaria… logo foram deletados… vai saber né… tbm se tivesse aí, já estavam no esquecimento. foi pior terem morrido, pq fizerem deles mártires. depois veio uma sequência de axé. aquele bando de bundas de tudo quanto é cor, tamanho e espessura esfregando na tv em horário nobre. vi que estávamos perdidos quando vi menininhas de 5 anos vestidas de mini-carla perez rebolando nos programas. a partir daí foi baixaria, putaria atraz da outra. foi uma década de profunda desvalorização da mulher.
    e o than tava que persistia, todo ano inventava uma nova, pra num sumir de cena. desespero total. isso pq num to citando o só pra contrariar (pra minha infelicidade essas pragas são daqui e já tive o desprazer de conhecer alguns dos integrantes, hoje completos perdedores). tbm pelejaram pra ficar na mídia. foram vencidos…
    quando achei que estava em paz com os meus ouvidos, me aparece lacraia, latino (esse faz eu gostar do lacraia). gente, esse latino até hoje não desconfiou o tanto que ele é nojento e asqueroso.
    me ajudem aí, tem uma lista enorme de catástrofes que se intilulavam músicos no meio desses, que fiz questão de esquecer. é bom eu num fazer muita força não, vai que eu me lembre….rsrsrs
    teve a fase mortal do sertanejo, sandy e vanessa camargo rivalizando nas rádios. foi quando meu radinho aqui do lado pifou misteriosamente. hehe
    nunca mais ouvi rádio. descobri o poder do mp3.
    já tinha até apagado da memória essa história suja e negra do brasil, quando ouvi pela primeira vez…Ah o luan santaaaaaanaaaaaaaaaaaaaa…. pensei, que raio é isso…. minha sobrinha: nossa amo restart! quiz que eu ouvisse nx0 (ahhhh nem sei escrever isso).
    daí os states invejou do brasil e resolveu criar o seu clone milk shake de tudo isso aí pra traz. e surgiu o biba bo bieber vindo do youtube não precisei ouvir mais que “baby, baby, baby ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh”. ele disse tudo o que eu precisava saber.
    até o momento eu não me preocupava com o futuro gosto musical da minha filhinha de 1 aninho. quando eu acho que não há mais como inventar e piorar, me surpreendo.
    já estou vendo com o meu corretor o preço de uma ilhazinha no sul do pacífico… vou me mudar com minha família, levar um estoque de mp3 na cx e meus cd´s do jimi hendrix.
    fui!!!!

  8. É por essa geração que tem cada vez mais lésbicas no mundo: os homens acabaram ué!!!!!!!!
    Enquanto antes a gente tinha os guris morrendo pra ter um mísero pêlo na cara pra ser chamado de homem, hoje temos os guris querendo cada vez mais ser jovens, com mais cara de bunda de neném…
    É como eu seeempre digo: “Os homens bons ou já estão ocupados ou são gays!!”… Então, tá difícil arrumar um!!!! hehehehehe….

    • Opa opa opa… não generaliza, os homens da década de 80 se não estão ocupados ainda sim são homens, bom pelo menos eu posso responder por mim auhauahuahauh o rock corre na veia e se eu aturo algum tipo de música é pra permanecer no time dos homens de verdade… pra achar mulher bonita e gostosa em lugar que toca rock é dificil.

      • “pra achar mulher bonita e gostosa em lugar que toca rock é dificil”

        Hauehuheuea onde eu assino?!

    • Bom, eu nunca morri pra ter pêlo na cara, no entanto… qm me conhece sabe q sou um lobisomem (beeeem diferente do lobisomem depilado do Crepúsculo, haeuhaeuae).
      Mas essa questão das lésbicas é q tmb tá na modinha. Basta ver as minas td andando d mãos dadas.
      Pô, eu sou homem bom e não estou ocupado nem sou gay, aehueuhe! (Agora a definição d “bom” varia mto d pessoa pra pessoa né, aeheuhae) =P

  9. Vi preconceito.enrustido aqui.

  10. a questão gay é relativa.conheço muitos gays que curtem música de qualidade.tenho amigos gls, e eles abominam emos e cia.

  11. Totalmente descabidas e preconceituosas considerações,este tipo de visão de mundo que estimula agressões aos efeminados em plena Av. Paulista,que encontra eco pois reforça o tradicional machismo Latino-americano,na verdade esta visão prejudica o própio homem,que também tem o direito de se cuidar tanto quanto a mulher e se efeminar se quiser,para quê andar sujo,fedido,morrer na guerra?

  12. hahaha, meu amigo…estou realmente curtindo seu blog.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: