Carnaval: a festa mais inútil do MUNDO!

Carnaval. Êêêê carnaval de merda… Não sei se algum ser humano já inventou uma “festa” pior que essa. Até a festa do tomate, realizada na Espanha se não me engano, deve ser menos pior. Para quem não conhece, é aquele evento onde todo mundo taca tomate na cabeça de todo mundo. Interessantíssimo e produtivo, já que ninguém passa fome no mundo, podemos desperdiçar toneladas de tomates na cabeça dos amigos. Enfim, festas bizarras pelo mundo não faltam, mas o carnaval é o evento mais besta de todos. E vem gente do mundo todo para ver essa bosta, pasmem! Todos já viram na TV ou pessoalmente aquele gringo, branco que nem neve, exclamando no calçadão da praia:

– RUIOUUUU DE JANUEIROUUUU, BEAUTIFULL! MULHEEERES, SAAAAAMBA! BRUAZIL! (isso acontece minutos antes de perder seus pertences. Depois disso o pobre diabo não vê mais nada de beautifull).

Tirando os dias de folga, obviamente, eu não vejo outra utilidade nesse feriado tão aclamado pelo povinho brasileiro. Povinho este que passa fome para comprar, religiosamente, sua fantasia de carnaval. Bonito não? Eu, particularmente, acho patético. Acho patético aquele bando enorme de pessoas andando de um ponto “A” para um ponto “B” com fantasias ridículas que custam, reza a lenda, o olho da cara. Beira ao ridículo ver aquelas mulheres, que mais parecem homens de tão bombadas, vestidas de franga, com pena para tudo que é lado, sassaricando numa avenida como se tivesse pulga no tapa sexo (já que, com exceção das penas, é só isso que elas vestem). Acho irritante ouvir a mesma música de 30 segundos tocada e esgoelada pelos “cantores” por mais de uma hora. Aqueles seres girando o pandeiro na ponta do dedo com um sorriso de orelha a orelha. Enfim, tudo no carnaval, exceto os dias de folga, me irrita profundamente.

No meio desse cenário do inferno, ligamos a TV ou abrimos o jornal e damos de cara com as manchetes dessa raça filha da puta a qual me incluo, os jornalistas:

“Sabrina Sato faz folia na avenida”

“Ciclano é flagrado aos beijos com morena no camarote da putaqueopariu”

“Luma de Oliveira desfila com coleira com o nome de Eike Batista”

“Viviane Araújo faz bronzeamento para arrasar na Sapucaí!”

E por aí vai. Diversas “nótícias” de interesse público em caráter nacional. E quando digo isso, não falo ironicamente. É fato que o povo se interessa mais pelo ex-BBB da edição 55 ficando com a loira X do que com político roubando o dinheiro dele. Isso fica provado nessa festa. Para ela, reúnem-se milhões de pessoas na Bahia, no Rio de Janeiro, São Paulo etc. No entanto, para protestar por algo, realmente importante, por direitos, por prisão de corruptos ou pelo fim do aumento abusivo de preços de serviços públicos não se junta meia dúzia. Triste não? Não! Afinal é carnaval! Eeeeee! Para que pensar? Para que refletir?

Vamos sambar na avenida. Vamos fazer sexo com inúmeras pessoas e aumentar a população brasileira daqui nove meses! Encher este país de bastardos! Sem contar as doenças, vamos transmiti-las! Para que se foder sozinho? Carnaval transborda DSTs, como disse o Felipe Neto no comentário dele, se respirar fundo nesse tipo de festa é AIDS na certa. Vamos nos vestir de mulheres e sair na rua. Engraçadíssimo, mal posso esperar! Vamos correr atrás de um caminhão com um ser “cantando” “músicas” “empolgantes”.

Aliás, essas pseudo-músicas geralmente utilizam letras sem consoantes. O objetivo, imagino, é ser de fácil entendimento ao povo limitado:

– AÊ AÊ AÊ AÊ, EI EI EI EI, O O O O O O O O O OOOOOOOOOOOOOOO!

Uma coisa que eu acho engraçada no carnaval é a apuração dos desfiles. Eu racho o bico!

– BEIJA FLOR DE LINÓPOLIS… NOTAAA… DEEEEEEEEZ

E aquele povão suado pulando, aí mostra o barracão da escola. Apertado, fervendo, uma verdadeira visão do inferno. O mais engraçado é quando vem aquele 9,9 inesperado.

– Unidos do caralho a quatro… notaaaaaaaaaaaaa… nove ponto nooove.

E já vem o chiado e aquele grito típico:

– FILHO DA PUUUUUUUUUUUUUUUTA!

HUAHUAHUAHU! Todo mundo PUTO da cara! No barracão da escola o povão tacando coisa no chão, xingando etc. Como se a culpa da incompetência deles fosse do avaliador. FODA! Do carnaval, a única coisa que vejo é a apuração, porque sempre dou risada.

Enfim, isso é carnaval. E tem gente que vive em função dessa festa amigos. Trabalham o ano todo para esse quatro, cinco dias. Sei lá, eu penso (EU PENSO, minha opinião não é verdade absoluta e sim uma simples opinião) que esse tipo de trabalho não agrega em nada à sociedade. Absolutamente nada. Se todos os carnavalescos ou pessoas que trabalham com isso mudassem de ramo você, que nada tem a ver com o carnaval, morreria? Você passaria fome? Você teria onde morar? Faltaria informação a você? Não né, convenhamos? Pelo contrário, pois provavelmente eles fariam outras coisas mais úteis e o mundo seria um pouco melhor.

Na minha opinião, o trabalho tem que contribuir para a sociedade. Eu me frustro e penso às vezes se minha função tem contribuído para isso de alguma forma. O trabalho deles é proporcionar alegria às pessoas durante cinco dias do ano? Ok, na minha visão, um médico, um dentista, um engenheiro, um professor, um lixeiro, um gari, são BEEEEEEEEEEEEM mais úteis para nossa vida e em 365 dias por ano.

Mas vai de cada um, bom carnaval a quem gosta dessa merda.

Até mais!

Obs: tá nervosinho? Quer ofender o criador do tópico? Antes leia esse post e entenda melhor este blog

https://hilariodiario.wordpress.com/2011/02/14/carta-ao-leitor-pense-e-entenda-o-blog-ou-saia-do-mesmo/#comments

Anúncios
Published in: on fevereiro 16, 2011 at 3:19 pm  Comments (22)  

The URI to TrackBack this entry is: https://hilariodiario.wordpress.com/2011/02/16/carnaval-a-festa-mais-inutil-do-mundo/trackback/

RSS feed for comments on this post.

22 ComentáriosDeixe um comentário

  1. leitores unidos do blog do rafael…. noooootaaa deeeeeeeeeezzz!!!!!
    rsrsrsrsrs

    • Hauhauahua boa, Kelly! =D

      (Acho q o Felipe Neto deveria dar uma passada neste blog!)

  2. eu até hoje eu num entendo o espírito desses carnavalescos. são dois dias de carnaval. o povo pula, bebe, se droga, ninguém é de ninguém, faz sexo sem se proteger e mais um monte de gente morre por motivos torpes e no dia seguinte é quarta feira de cinzas. todo mundo dando uma de santo de novo.

  3. Hilário, como sempre! Ri muito!! Pena q vc demora tanto pra postar textos novos! Um beijão!!

  4. uahuahuahau “unidos do caralho a quatro… nove ponto nove..” auhauahuaha porra cabeça nessa até eu ia mandar o familiarizado FILHO DA PUTA!.. a letra do unidos do caralho a quatro é real… “mulher gosta é de dinheiro, quem gosta de piru é bicha!” muito bom sangue, pensa numa festa ridicula e um bando de cretinos(as) fantasiados(as) com plumas e merdas brilhantes… CARNAVAL é a única coisa além do futebol que conhecem lá fora dessa merda de País. Bom pros vagabundos que dependem disso pra passar o resto dos 361 dias do ano sem fazer nada e gastar o que arrecada se aproveitando dessa merda. Bem dito pela Kelly, 4 dias de putaria, drogas e os caralho pra depois vim de quarta de cinzas… VAI SE FUDER já fez merda 4 dias faz 5 de uma vez, bando de hipócrita fdp.
    Finalizando concordo com todas as palavras do meu primo nesse texto, a única utilidade do carnaval é o feriado.
    Abraço sangue!

  5. “Carnaval. Êêêê carnaval de merda…” KKKKKKKKKKKKKK!!!!!!! Já começa FODA o texto!
    Porra bixo, basicamente o q eu ia comentar já comentaram, mas não ligo d ser mais um falando as msms coisas com diferentes palavras…
    Carnaval é simplesmente uma coisa INÚTIL, irritante, q não muda a porra da vida d ninguém e mto menos acrescenta algo na vida d um ser humano! É sinônimo d Explosão Demográfica, d putaria, d drogas, roubas, assaltos, sequestros, poluição (basta caminhar nas ruas onde houve algum desfile e ver a lixeira q ela se transforma), música ruim e mortes d acidentes d trânsito quebrando recordes a cada ano! É sempre a msm coisa tda porra d ano, sempre a msm merda, sempre as msms pessoas falando sempre as msms bobagens: “Porra velho, mas dá uma mulherada…”
    Tá caralho, é só esse argumento q “presta”?
    Como foi comentado no último parágrafo: “o trabalho tem que contribuir para a sociedade”. E eu tmb não vejo contribuição nenhuma! Aí sempre tem um fdp q fala: “Porra velho, como não?! E o turismo?” CARALHO! E a porra do turismo q já ocorre no final do ano aqui kct?! Aqui em Floripa msm q já tá mais do q saturada essa merda graças à porra do turismo! Dá pra arrecadar mais grana d forma mais inteligente do q deixando d comer pra fazer uma fantasia cheia d apetrechos, plumas e fio dental caralho!
    E essa putaria d ficar se fantasiando d mulher?! KKK! Porra, nunca entendi isso! Há tantas outras formas d diversão q trazem consequências menos ruins e melhores lembranças tmb do q simplesmente encher a cara “por obrigação” no meio do povo suado, fedorento e seguindo um carro alegórico com melodias q se for pra comparar, demora-se mais pra CAGAR do q pra compôr! Fora a putaria q rola solta como o vírus HIV no corpo d cada pessoa! Garotinhas d 15 anos pagando boquetes pra caras d 18, 25, 30 anos no meio da galera ali msm! Este é o nosso Brasil! Êeee Brasil! O único país q ainda faz o Big Brother, já q é a única forma d “educar” nossas crianças hj! Discovery Channel? Q é isso?! Táx tôlo?!

    Mas é isso aê! Vamos deixar d ser críticos, vamo parar d pensar no futuro, nas injustiças, nas desgraças e bora arranjar uma peruca e preparar o isopor q o desfile já vai começar! No próximo Natal viramos santos novamente pra no carnaval seguinte poder nos aliviar da forma mais deprimente d tdas. Aí num tem erro, tds nós somos hipócritas msm!

    (Sei não bixo, mas acho q esse foi o último comentário positivo q este texto vai receber! KKK!)

  6. Nada contra sexo, bebida e folia a vontade por 5 dias, pois não sigo a hipócrita moral cristã de demonização do prazer. Mas é foda a alienação do povo por 365 dias do ano. Não dá pra viver em função de uma festa, como bem foi dito no texto.

    É bastante irônico que uma festa de origem popular tenha sido tão capitalizada, enchendo o bolso dos empresários e servindo à velha política governamental do “pão e circo”. Enquanto isso, pelo menos em Salvador, onde eu morava, a maior parte do povo é excluída da “maior festa popular do mundo”; apenas participam a classe média e os turistas, que tanto “movimentam o turismo, gerando mais de mil postos de trabalho para o nosso estado”…
    E o pior é que, como um professor meu falou recentemente, o governador do Rio parece ter ficado mais preocupado com o incêndio na Cidade do samba do que com as enchentes na região serrana do estado…

    Gostei muito da reflexão no final do texto, sobre o valor agregado à sociedade por esse tipo de trabalho. Acho que isso dá muito o que pensar…

    Enfim, o texto tá excelente. Parabéns mesmo!

  7. Concordo com voce, mas a grande verdade é que o carnval, para muitas pessoas é um tentativa de fugir da realidade. O problemas é que essas pessoas passam o ano inteiro nessa fuga. Se fosse só no carnaval ainda seria tolerável e compreensível.

  8. O que eu nunca entendi é porque tanta comemoraçã no ano novo? geralmente no dia 02/01 todo mundo volta pro mesmo trabalho, com o mesmo salaário e com as mesmas pessoa das quais passou o ano inteiro falando mal e reclamando …

  9. O dono do blog diz que exagera e tal, mas tudo o que foi dito aqui é verdade sem tirar nem pôr. Adoro esse blog e de vez em quando dou uma passada aqui para dar umas risadas e constatar a verdade.

    Até!

  10. Adorei sua crônica de carnaval! Tudo a ver!
    Bjs!

  11. concordo carnaval é a festa mas violenta e inutil do mundo cheio de brigas cara varias pessoas vao mas poucas voltam o autor dessa cronica tem bom gosto bjs mary

  12. Concordo com a Mayana quando ela fala de tradição, e convido vocês a conferir o trabalho social que é feito nas comunidades carentes onde as escolas estão inseridas, que englobam as esferas artística, musical, educacional, esportiva, de desenvolvimento e de cidadania, como por exemplo o Caeira 21, na caeira do saco dos limões (http://www.projetocaeira21.org.br/).

    O difícil é enxergar além do que a mídia televisiva prefere mostrar…

    Quanto ao bloco dos sujos eu acho bizarro mesmo, rss

  13. Carnaval e uma droga sim! desvirtuou totalmente o que era , oq eu era uma festa de saloes e clubes virou um negocio das marcas de bebidas e emissoras de TV, enfim pra mim so traz confusao e rolo.Nao conheço uma pessoa que nao conheça um historia de briga, acidente, etc em epoca de carnaval.

  14. Salve Simpatia!

    Esse é o RAFA, rasgando o verbo para os “FOLIÕES”.

    Ziriguidum como dizia o mulatólogo Sargentelli.

  15. apoiadoooooooooooooo
    carnaval é imprestavel como quem o inventou pq so tem semvergonhice e umas otarias semi nuas q acham q tao podendo, mas no fundo sabem q akilo nao tem sentido……………por isso quem gosta de carnaval eu quero mesmo do fundo da minha alma q pare de fika sambando quinem retardado e va atraz do verdadeiro significado do caraval, nao comemorar oq nao sabe
    FOLIÕES VCS SAO RETARDADOS

  16. acho o carnaval um coisa ridícula de +.pq eles ñ envestem estes milhões gastados nestas porcarias que são jogados pelo ralo em escolas públicas, hospitais públicos e entre outros benefícios pr o pr o povo.o carnaval =a pornografia e acidente de carro ( por causa das bebidas alcólicas) que geralmente levam a morte.

  17. Falou tudo que penso, apenas poderia ofender este povinho filho da puta mais um pouco!

  18. Parabéns pelo excelente trabalho e você tem toda razão em dizer que o povo tá tão alienado com essé lixo industrializado que é ofertado pelas emissoras de Televisão e como se não bastasse vem com essa merda de carnaval e enquanto isso no Brasil as coisas vão de mal a pior….

  19. Carnaval para quem gosta de comer merda é um prato cheio.
    Muita bunda, gente sem dente, sujeira, inutilidade total, não traz progresso nenhum para o país, só os estrangeiros alienados querendo comer a mulherada desesperada e ignorante do Brasil, que vem aqui somente abarrotar o bolso dos motéis, hoteleiros e botequeiros.
    Assim é que vemos o retrato de uma nação quebrada que não investe em educação, que faz questão que isto aconteça, que infelizmente hoje e ontem não ofereceu nada para o mundo, que teve se não me engano uma indicação merecida para o Nobel e da Paz com a Zilda Arns ( extraordinária mulher)
    Que ainda acham que o Roberto Carlos e o Pelé são Reis, que o Chico Buarque é poeta, e que o Jô Soares é um gênio, que colocaram o Tiririca como deputado em vez protestar anulando o voto, que tem um governo imbecil que foi capaz de ser petulante e criticar Israel, uma nação trocentas vezes menor, porém uma hiperpotência de criatividade tecnológica e científica, que tentou peitar o Estados Unidos que queiramos ou não é sim a grande nação cultural e tecnológica e que se tornou a polícia do mundo e que assim continue porque senão este planeta já estaria acabado, que tem universitário que ( ainda) acreditam que o comunismo é a solução, ehehe, e olha que Cuba é o último reduto do planeta que é fiel ao regime.
    Bem o Carnaval é só reflexo do como o povo (não todo), e os políticos se comportam durante os 361 dias ( já descontados os dias de carnaval).
    Panis et Circenses !!

  20. Concordo em tudo que vc falou…odeio esta merda que a mídia monopolizadora que tentam incutir na cabeça das pessoas que e uma festa”cultural”…assim como a bosta do funk,, isso não acrescenta nada a este pais , exceto desgraça, drogas, promiscuidade e homicídios….foda- se quem gosta deste lixo…o pior de tudo são as verbas astronomicas que saem dos cofres públicos para financiar esta merda …pagamos por uma coisa que não queremos através de nossos impostos..e deplorável…..esse pais deveria ser explodido


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: