Como ficar feliz após perder um ônibus?

Fala galerinha do mal.

Estava pensando comigo mesmo dia desses, inclusive me esqueci de postar no blog, mas lembrei hoje. Vocês se lembram quando caiu o avião no meio do Atlântico ano passado, sem sobreviventes? Ficou uma cara o avião sumido tals, depois acharam os destroços e corpos no meio do oceano… Lembram?

Então, me recordei agora pouco que estava em casa vendo uma reportagem sobre o assunto e apareceu um cara mostrando a passagem do avião que caiu. Era para ele ter entrado no avião, só não embarcou porque chegou atrasado no aeroporto e, com isso, escapou do vôo da morte.

Imaginei o cidadão puto da vida porque perdeu o avião. Esbravejando, xingando etc. Depois ele sabendo que o avião caiu, que era para ele estar lá e ficou vivo apenas porque chegou atrasado. Imaginem a felicidade por ter perdido o avião e sobrevivido ao que seria sua morte certa? A raiva virando uma alegria, meio contida por ter tantas mortes é verdade, mas no fundo uma enorme felicidade.

A partir disso, sempre que eu perdi um ônibus torci para que ele capotasse, explodisse e não houvesse sobreviventes. Só assim para eu ficar feliz pelo menos uma vez na vida por ter perdido aquela merda. Aquele que passa bem na minha frente logo depois de um árduo dia de trabalho. Me pego pensando: “Eu perdi o ônibus porque morreria se eu o pegasse. É isso aí, pegarei o próximo, é mais seguro.”

Tento pensar assim sempre, principalmente após perder aqueles que eu ainda corro pra tentar pegar, aceno para o motorista apenas a cinco metros de distância do ponto e ele olha com uma cara de: “Espera o próximo, otário!” E eu respondo mentalmente: “É? E você vai capotar seu filho da puta, está olhando para o único sobrevivente desta merda! Seu bosta, você salvou minha vida!”

 Como esse pensamento é um pouco maléfico, tentei imaginar outras situações que me deixassem feliz caso eu perdesse um ônibus na volta para casa. Não consegui… O ônibus capotar e explodir seria a ÚNICA forma de eu ficar contente logo depois de perdê-lo. Pode parecer canalha a constatação (à lá El Muertos), mas é a mais pura verdade. Já me vejo chegando em casa, após 30 minutos a mais esperando a merda do busão e saindo de um trânsito apocalíptico. Ligo a TV e vejo a chamada do âncora do jornal após a arrepiante musiquinha do Plantão da Globo, que aparece em casos de extrema emergência:

 (Vinheta infernal) Tam tam tam tammm tammm tam tam tam taaaammm! Tam tam tammm tammm tammm tam tam tam tammm tam tammmm TURUMTUM!

“E atenção, o ônibus Jardim São Savério (ou Pq. Bristol) perdeu o controle e capotou durante o trajeto blábláblá… não houve sobreviventes…”

Cena do plantão da Globo mostrando o ônibus que eu deveria ter pego

E eu em casa, após passar o medo que tenho da musiquinha do Plantão Globo:

– MEU DEUS ERA PARA ESTAR NESSE ÔNIBUS!! Se eu tivesse subido a ladeira mais rápido eu teria morrido!!! Óh céus muito obrigado! Obrigado Senhor!

Dando entrevistas para o Jornal Nacional: “olha, foi questão de segundos eu não ter pego aquele ônibus viu? Tenho ainda mais claro que minha missão neste mundo está longe de terminar…”

Enquanto isso não acontece, continuo praguejando e amaldiçoando cada ônibus que passa por mim na distância exata para eu vê-lo e não conseguir pegá-lo.

Obs: Se você é motorista de uma dessas linhas, fique atento a um rapaz branquelo e narigudo correndo… Se o ver, é melhor parar… Você foi avisado.

Anúncios
Published in: on abril 14, 2010 at 8:33 pm  Comments (6)  

The URI to TrackBack this entry is: https://hilariodiario.wordpress.com/2010/04/14/como-ficar-feliz-apos-perder-um-onibus/trackback/

RSS feed for comments on this post.

6 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Ahuahuahauhauah ri pra caralho sangue, o busao capotando e explodindo foi demais… a respeito da musiquinha infernal (que de fato so aparece para dar noticia de desgraça) o final é TURURUTUTUN.

    Eu sei que DEUS talvez me castigue um dia pelos meus pensamentos passados, mas toda vez que ia pra Floripa e pegava algum transito causado por acidentes na estrada eu pensava “tomara que o fdp que causou essa merda esteja morto”.

    É pesado pensar assim , mas pqp 1fdp fuder a vida de 328947923487 pessoas é foda.

    É isso sangue acho que todos em algum momento na vida ja torceram pra que alguma merda acontecessem a alguem que te prejudicou de alguma forma, abraço!!!

  2. huahauahuahua que fdputinha senv!!!
    Eu já fico feliz em perder um busão lotado e pegar o próximo onde eu possa sentar, como aconteceu hoje hehe
    Mais feliz ainda quando perco um lotadaço, pego um vazio logo atrás e no meio do caminho ultrapassamos o primeiro “xauzinho otários…” hahahah
    * apesar de fdp ta muito engraçado esse texto se! hehehe :*

  3. KKKKKKKK! O engraçado é q começou sério o texto e qnd chegou na parte do ônibus comecei a rir pra caralho aqui! HUAHUA!
    É vdd bixo, nunca tinha pensado por esse lado! Esse texto me ajudou tanto qnt os seus conselhos q vc me deu na vida inteira primo!
    (“Parece canalha a constatação…”, ahuhauha curti!)

    Pra variar um pouco, da próxima vez, não pense no ônibus capotando mano, é mais provável algum bandido entrar no ônibus e fazer dos passageiros, reféns, fala aê? Pode ser outra notícia bombástica do plantão infernal concorda? E como a polícia tem “aquela capacidade monstruosa” com casos assim (tal ql o da falecida Eloá), já tá ligado no q daria isso no final das contas né? Negociação d várias e várias horas pra no final acabar dando merda! (Ah, q falta q fazem os atiradores d elite da SWAT aqui no Brasil…)

    Agora, se acontecer (bata na madeira) de capotar logo o ônibus q vc pegar depois do q vc perdeu, é um azar desgraçado fala aê? KKK! Abraço irmão!

  4. Oh cara, vc é engraçado mesmo, encontrei seu blog por acoso e dei muitas risadas, agora vou ler sempre…atualiza aí…huashuashuashuas

    • Olá Daniele!

      Valeu pelo apoio! Essa semana vou atualizar o blog sim! Fica de olho q deverá ter novidade amanhã ou quinta

      Valeu msm! Abraço!

  5. esse texto me lembrou um episódio acontecido comigo a alguns anos atráz. da época que eu era mais pobre do que agora… rsrsrs e precisava encarar busão.
    meu horário de saída do trampo é exatamente 5:45. e não sei pq cargas d´agua eu tava aflita pra ir embora numa bruta tarde de sexta-feira. o onibus passava em ponto às 5:50. eu tinha 5 quarteirões pra correr pra chegar a tempo.
    mas nesse dia tudo estava cronometrado. eu já havia guardado tudo eu tava com a chave na porta encarando o relógio que havia dado 5:44. quando ele deu 5:45, te juro que a porcaria da persiana caiu com tudo do teto em cima do sofá. aquilo me deixou extremamente chocada e morta de ódio. me atrasou tudo. acabou com os meus planos.
    eu só num fiquei mais louca, pq uma amiga aqui quando eu contei a história me confortou dizendo que aquilo havia acontecido por algum motivo divino. e que se eu tivesse saído naquela hora poderia ter acontecido algo horrível comigo na rua. já pensou…. tive uma segunda chance então…rsrsrs

    penso que meu anjinho me protegeu naquele dia…
    hoje, quando acontece algo semelhante eu num fico mais esbravejando, xingando ou com idéias terroristas…. eu simplesmente agradeço por algo que talvez poderia ter acontecido de ruim comigo se eu tivesse seguido meu curso e foi evitado pq algo divino me segurou pelas mãos por mais 1 ou mais segundos.
    bj rafael


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: