Quando seres (in)animados querem nos tirar do sério

Muitos fatores nesses meus 24 anos de vida levam-me a acreditar na existência de vida em objetos teoricamente inanimados. Todos os objetos se mexem, conversam e conspiram para te fuder, como se você já não estivesse fudido o suficiente. As armas deles são as mais diversas: se escondem quando precisamos deles, mudam de lugar, não funcionam do nada, dão defeito logo depois que compramos, espalham-se pelo quarto, tornando-o uma bagunça etc etc etc. Eu, como não poderia deixar de ser, tenho alguns objetos amaldiçoados e este post é homenagem a alguns deles.

Eu sou um atrasado por natureza. Desde antes de nascer já demorava para sair, nasci pós-maturo, mais de 9 meses de gestação e o médico me empurrando para vir à luz. Se duvidasse estaria lá até hoje. Nesse sábado queria ir para o clube nadar um pouco. Mais para tirar o desconforto de pagar e não freqüentar do que por prazer próprio. Resumindo, só estava pronto para sair às 15:00. Tudo certo na mochila, menos um detalhe: a touca de natação. Não posso nadar sem minha touquinha! É um acessório indispensável para qualquer atleta de alto nível como eu. Na verdade eu considero esta merda uma frescura do cacete e jamais a usaria, mas são regras do clube. Sem sunguinha chabi e touquinha ridícula e apertada (minha cabeça é grande, qualquer uma fica apertada) nada de nadar. Um puta caça-níquel do cacete, uma forma de tirar grana dos esquecidos. Adivinhem o que tem do lado da catraca do clube? Uma vendinha de touca e sunga, claro! Metendo a faca!

Bom, não poderia sair de casa sem a touca. Minha mãe e eu procuramos a touca por uma hora. Primeiro lugar que eu vi: gaveta das cuecas. Beleza, não estava. Continuei a odisséia ficando mais irritado a cada minuto. No fim da história estava justamente na gaveta das cuecas. Não é possível, eu olhei aquela merda, revirei direitinho e no fim das contas estava lá! É nítida a provocação do universo quanto a isso. Esconder as coisas que você mais precisa quando estamos mais atrasados. Acabou que não fui ao clube

Esse post vai render…

Eu nunca vi um ser inanimado tão filho duma puta como o controle da TV do meu quarto. Eu tenho a TV faz uns três anos e meio. Desse tempo, não me espantaria se soubesse que ele ficou metade perdido. Cerca de um ano sumido, já tinha desistido quando ele apareceu uma vez, não sei aonde. Minha mãe o achou. Depois disso TODOS OS DIAS ele some. E reaparece em locais que eu já tinha procurado umas cinco vezes! Mas é bom para minha difícil missão de perder peso. Já devo ter perdido inúmeras calorias levantando e mudando o canal toda hora. Pensei em lançar um DVD com essa técnica: “você já tentou de tudo para perder peso? Remédios, exercícios, dietas e acompanhamento médico? Jogue tudo isso no lixo, incluindo o médico, e emagreça JÁ! Compre agora o simples e prático filhodumaputation escondedor control” (se eu ver algo assim na TV vou processar por roubo de idéia, já está patenteado).

 Som do meu quarto: a maior zica de todos os tempos

 Outro objeto amaldiçoado: o som do meu quarto. Mais uma entrada minha no Guiness Book galera. “PÁ PÁ PÁ PÁAAAA PÁAAA PÁ PÁ! (Esporte Espetacular)” Comprei o som que mais vezes foi levado ao conserto na garantia. NÃO COMPREM SEMP TOSHIBA! Eu pelo menos nunca mais. Ele até funciona, mas só rádio e fita. A caixa de CDs dele sempre deu problema, não abre mais etc. Nem preciso dizer o quanto isso é irritante. Meu PC também. O bom que eu tenho queimou a fonte. Peguei um velho, queimou a caixa de som, não lê CD e agora deu um pau violento que só está com 16 cores no monitor.

 Não sei o que fazer com meus CDs, já que todos os meus aparelhos se recusam a rodá-los. Vou jogar frezbie, quebrar e fazer um mosaico, colocar no vidro de trás do meu carro para evitar multas, jogar na cabeça do pedreiro Batista quando me acordar, enfiar na boca de um bebê chorão, tacar no meu ônibus que passou bem na minha frente… Até que têm mais funções do que imaginava, farei um cinto de utilidades recheado de CDs para usar no cotidiano.

 Revolução das máquinas

 Para finalizar, teve um dia que estava atrasadão para o trampo e quando vou passar o bilhete único no metrô… PAU! Sem crédito. Vou recarregá-lo, PAU, sem dinheiro. Dá-lhe subir a ladeira até o banco tirar grana, já que a bancada do bilhete único aceita TODOS os cartões menos o meu, claro. Chego lá, tem duas máquinas, uma pronta para me fuder e outra de boa, funcionando direitinho. Adivinhem qual eu escolhi?

Escolhi a certa amigos! Huahaha tenho certeza que peguei vários nessa. Fui direto na máquina boa, mas claro que o universo não deixaria barato. A máquina certa deu erro de leitura, me jogando para a errada, onde era meu lugar. Passei o cartão nela, fiz todo o procedimento e… travou. Mais um objeto querendo me fuder. “Aguarde a contagem das notas”, até o Uóshington contaria mais rápido que esta merda. Ficou travado nisso, chamei o carinha do banco e ele:

 – Ah essa máquina é assim mesmo, dá problema toda hora. Agora são uns 20 minutos para resolver. Ou sai o dinheiro e debita ou dá mensagem de erro.

 E eu, obviamente, fiquei puto:

 – Porra se é sempre assim por que não colocam uma mensagem dizendo que ta ruim a máquina? Ou por que não consertam essa merda?

 – Pois é…

 É ou não é de fuder? Já estava atrasadaaaaço mesmo, ferrado. Esperei a porra da máquina. E deu a segunda opção: mensagem de erro. Não debitou da minha conta. Agora vocês me dizem: se eu tivesse desencanado, ido em outra tirado a grana e vazado, teria dado a mesma mensagem de erro ou sairia meus 20 conto para o primeiro idiota que aparecesse? Com certeza o filho da puta do banco não conserta porque já deve ter ganho uma bela duma grana nessa brincadeira. Depois disso, passei de novo na máquina boa, que eu tinha passado primeiro E NÃO DEU ERRO DE LEITURA!! Por que da primeira vez deu caralho?? Para me sacanear mesmo, conspiração dos seres (in)animados!!

 Objetos conspirando, escala do terror

 Merecem um 9,6. Mexem com físico, psicológico e mental ao mesmo tempo. Te atrasam, te tiram do sério e por aí vai. Uma arma forte do universo.

 

obs: à noite colocarei a foto do meu som, da touca e do controle

Anúncios
Published in: on julho 6, 2009 at 8:08 pm  Comments (12)  

The URI to TrackBack this entry is: https://hilariodiario.wordpress.com/2009/07/06/quando-seres-inanimados-querem-nos-tirar-do-serio/trackback/

RSS feed for comments on this post.

12 ComentáriosDeixe um comentário

  1. ahuahuahauah quem mandou ser bagunceiro seu senv!!!?
    Muito bom o texto! É isso mesmo, tem horas que os objetos não ajudam! Nem me fale em máquinas e tecnologia, eu que trabalho com desenvolvimento sei muito bem os momentos em que os sistemas resolvem dar pau huahauha não são nos melhores é claro!
    Pelo menos vc tem um controle reserva né, vc esqueceu de falar heheheh e não vá perder ele tbm hein? =P
    Mas falando sério, se vc começar a ser mais organizado, não vai acontecer tanto dessas coisas, por exemplo, se dobrasse as cuecas e as meias direitinho logo iria ver a touquinha lá kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk zueira! to pedindo demais né! Mas um pouco de organização não faz mal a ninguém =P

    • Eu qbrei o ocntrole reserva, esqueceu? Heheheh! Num acesso de raiva pq perdi no video-game dei um soco na cama e ele tava escondido embaixo do lençol. O soco foi nele, qbrou o controle, me machuquei, perdi o jogo etc etc etc.

  2. “Não posso nadar sem minha touquinha!”

    HUAHUAHUAH! Com ctz a melhor frase do texto!

    Pô, essa do controle remoto foi foda! Controles remotos sempre somem! Impressionante! Ou então, acontece exatamente como foi dito: “dão defeito logo depois que compramos”! Aconteceu isso com um “Controle Universal”, daqueles que teoricamente pega em todas as TVs que eu comprei uma vez para minha guerreira TV de humildes 14 polegadas q fica no meu quarto! O controle antigo (parou de funcionar pelos maus tratos feitos por mim, como ficar raspando- o na parede como seu fosse um fósforo para acender um pavio de canhão! Longa história, merdas minhas, hauah!) também era guerreiro, huhauh! Lembro que quando o Ra vinha pra cá nas férias e quando ele queria aumentar o volume da TV não conseguia, só eu! (Huahauh mais uma vez o universo fudendo a vida dele, fazendo o controle funcionar só nas minhas mãos! Lembra disso dom?!)

    Pior que o que a Dani comentou até que faz sentido: ter organização ajuda, mas não resolve todos os problemas quanto a esses seres (in)animados! Dá muita, mas MUITA raiva ter que ficar procurando alguma cueca ou meia para usar!

    KKK! (…)”Chego lá, tem duas máquinas, uma pronta para me fuder e outra de boa, funcionando direitinho. Adivinhem qual eu escolhi?

    Escolhi a certa amigos! Huahaha tenho certeza que peguei vários nessa.”

    Pior que eu cai nessa que nem um pato! HUAHUA!

    Porra man, não vai usar como frezbie meu CD do H2O e o meu do Randal Grave que te emprestei hein?!!!!

    • hahahahaha
      Que história é essa de “raspar” o controle na parede??
      vai virar post neh??
      hahahahaha =P

      Ow ceus!

  3. Devo confessar, já estive em situações enrascadas como essa do banco, me deu um frio na barriga ao ler…

    Acredito que 90% dos filhos que residem com seus pais nunca são totalmente organizados, sempre é o famoso “EU JÁ PROCUREI AÍ, MÃE!” rsrsrsrs

    E o pior, é que sempre a mãe acha!

    Rolei de rir…

  4. Sem cometários…
    Não consigo parar de rir…
    Mas não fique triste ou enraivecido Rafinha…
    Acontece até nas melhores famílias!!!
    hsiauhsiuahsias…
    =***

  5. Rafa!
    Um dos melhores textos até agora!
    Não Parei de rir e imaginar essas cenas!

    “Não posso nadar sem minha touquinha!” hahahaha

    Não pare de escrever hein??
    bjobjo!
    se cuide!

  6. Não poderiia deixar de comentar que não é o único ser fuudido em azar Ra! Semana passada me acontece o mesmo com a dita máquina amaldiçoada do banco >< PQP cara….pior que meu sque não era de pouca grana não, estava vindo pro RS e precisava tirar a grana pra pagar aluguel e todas essas drogas ai….enfiim,rezei até pro boooozo tentar me ajudar e fazer com que ela n liberasse meu dindi pro próximo largo que aparecesse…heuheuehe

    Boom….esse fato é apenas uum né…mulhereres como eu, (um tanto desorganizadas)ainda tem o tormento de se bater atrás do lápis de olho, lixa de unha…. e assim por diante…heuhee

    Muito bom o post! não deixe de escrever 😉

    Beijão…adoro-te

  7. Você já tentou apelar para São Longuinho? Olha que funciona, hein! Comigo já funcionou… rsrs E que bom que voltou a escrever! O texto reflete muito bem o desespero em que qualquer bom cristão fica diante desses objetos sinistros.

  8. Rafael muito bom seu texto!
    Andava meio sumido heim?!

    Mais e sempre assim, estamos atrasados e prontos pra sair, quando de repente acontece algo, já me acostumei já!

    Beeijos

  9. Rafa,

    Você é ótimo!

    Amo ler os seus posts. o jornalismo e a literatura brasileira vibram com a forma que você brinca com as palavras. Muito bom. Se precisar de ajuda na publicação do seu livro, tô aqui e tenho bons e influentes contatos.

    Bjão. Adoro-te.

  10. Boa cabeça, uahuahuahauhauh essas merdas eletricas são fodas. Eu to terminando a facu de engenharia mecatronica e até agora nenhum professor mencionou o pq algumas coisas só funcionam depois de serem esmurradas. Perdi as contas de quantas vezes SOQUEI um video cassete que tinha em casa, não ejetava a fita quando eu TINHA que entregar na locadora… eu apertava play dava rec… era na base da porrada foi muito murro ate que um dia ele pereceu… uahauhauhauh Tinha um monitor aqui em casa e um aparelho de som que é assim tb, tipo mulhe de malandro. Objetos que somem é de FUDER, sempre desaparece na hora que vc precisa fica o tempo todo na sua cara ai vc quer usar SOME… FDP!!!!!

    Continue escrevendo sangue, abraço china


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: