Uma crítica à criação e à evolução do homem

Não adianta tapar com as mãos, uma hora você cansa

Não adianta tapar com as mãos, uma hora você cansa

Serei obrigado a pedir licença a Deus, à natureza, à evolução, a Darwin e a quem quer que esteja na frente e me dar o direito de criticar a criação do Homem. Afinal, falhas não faltam, mas vou citar uma muito simples, fácil e que o ser supremo deverá exclamar ao ler: “Como é que não pensei nisso antes!!!??” Geralmente esta frase é a resposta de todas as grandes e simples criações do mundo. No entanto, sem mais delongas, vamos direto ao assunto.

Muitos problemas da humanidade se resolveriam se pudéssemos fechar os ouvidos, assim como fechamos os olhos. Simples não? Mas evitaria diversas discórdias, guerras, discussões e até posts deste famigerado blog. Não sei se Deus esqueceu disso ou não nos deu a opção de fechar os ouvidos como forma de penitência, ou para nos testar em nossa jornada. Mas a verdade é que é FODA não poder fechar os ouvidos.

Olha, seria um sonho poder não ouvir a hora que eu quisesse. Não acordaria com barulho de obra, com minha irmã fazendo esporro e espirrando do lado da porta do meu quarto, com minha mãe berrando no telefone, com música alta do vizinho, com carro de som vendendo pamonha na rua, com o Uóshington perguntando ao Batista o que ele trouxe de marmita, com a festa do final da obra (que deve estar chegando, já faz dois anos porra!!), com a janela do apartamento do meu pai estralando às 6 da manhã, com cachorro latindo… (respira)…

Continuando: com celular tocando, com as amigas da minha irmã se preparando pra micareta, com meu tio ou meu primo mais velho berrando loucamente ao chegar na casa do Andsu em Floripa… São apenas alguns exemplos de sons que me acordam, devo ter esquecido vários! Sem contar os que não me deixam dormir, como o Funk às duas da manhã que vem lá da Anchieta até a bendita janela do meu quarto (breve um post sobre isso).

Sem contar, caros amigos, que não ouviríamos coisas do cotidiano que nos enche o saco. Eu, por exemplo, não ouviria conversas insuportáveis, como minha tia falando o quanto o filho dela come, meu tio explicando DETALHADAMENTE todo o funcionamento do chip Y do computador após ter falado sobre todos os outros do alfabeto, minha sogra falando no meio dos seriados que estou esperando há um mês para assistir, minha avó louca falando “TITITI, TÁTÁTÁ”, as músicas escrotas da minha irmã, meu pai falando pela décima vez a mesma coisa, o barulho de fogos e artifícios que eu tanto odeio etc etc etc. E, pasmém, O MALDITO CHORO DE CRIANÇA!!!!!!

Ás vezes o desespero é tamanho que sinto vontade de arrancar meus tímpanos fora, NA UNHA! Ou passar a navalha como fez Van Gogh. Falem a verdade, quem não gostaria de fechar os ouvidos quando bem entendesse? E sem que os outros vissem? Seria fantástico! Mas, pensando bem, não teria conhecido o Batista e o Uóshingtom e tido essa amizade bonita que temos até hoje. É ou não é Babá (apelido do Batista) e Shoshóngtom (do Uóshinton)? Pensando bem, valeu à pena não poder fechar os ouvidos só por ter essa amizade bonita e verdadeira, beeeeeeem verdadeira (quem não entendeu essa parte leia o post “Tem coisa pior que acordar com barulho de obra?”)

Ouvido na escala do terror

Por ser o receptor de 90% dos males que enfrentamos no nosso cotidiano, merece um 9,25 na escala. Só não dou nota maior porque é muito importante na nossa vida. Assim como estressa, pode nos acalmar ouvindo uma boa música, uma boa conversa, uma merda engraçada etc. É um receptor de bençãos e maldições, por isso seria soberbo poder abri-lo para receber as coisas boas e fecha-lo para as coisas ruins.

Evolução, trate de corrigir isso rápido hein? No máximo em 50 milhões de anos!

Anúncios
Published in: on junho 14, 2009 at 11:44 pm  Comments (7)  

The URI to TrackBack this entry is: https://hilariodiario.wordpress.com/2009/06/14/uma-critica-a-criacao-e-a-evolucao-do-homem/trackback/

RSS feed for comments on this post.

7 ComentáriosDeixe um comentário

  1. É sangue, é o que sempre penso quando ouço um “fankízinho” ou um “achémíusiq” (escritos porcamente, propositalmente pq ODEIO essas merdas)

    “Melhor ouvir isso que ser surdo”, apesar de que as vezes, realmente a parte da balança do ficar surdo pesa bastante.

    Concordo que deveriamos ter uma porra de dispositovo de defesa natural contra ruidos, ou coisas porcas como foi citado acima.

    Abraço sangue!

    • É Ra, as vezes dá vontade mesmo de fechar os ouvidos!!

      Mas eu fiquei pensando, se não acordássemos com as coisas que nos irritam, possivelmente não acordaríamos com o despertador, não é mesmo?

      Assim, a evolução teria que nos proporcionar um relógio biológico mais pontual (e programável). 🙂

      • Ué, mas todos nós temos o “relógio biológico”! Só depende da rotina da pessoa, ou seja, se ela trabalha e fica acordada a noite inteira, dia após dia, vai ter seu determinado horário de dormir e acordar, e após certo tempo, nem precisa de um despertador! Meu pai é um exemplo disso: acordou a vida inteira cedo e agora, mesmo aposentado, continua acordando (e indo dormir) nos mesmos horários! =P

  2. Bom… devo concordar que certas coisas poderiam ser evitadas caso pudessemos fechar os ouvidos…

    Mas penso que antes que essa evolução aconteça, o homem aprenderá a dosar as coisas que fala e o modo como vai agir… coisas desagradáveis não mais acontecerão, e nossos ouvidos poderão continuar abertos… porque somente com a evolução MENTAL do ser humano é que entenderemos porque não podemos fechar os ouvidos: porque precisamos aprender a controlar o que sairá de nós e entrará nos ouvidos dos outros…

    (Putz… estou profundamente inspirada pelo Espiritismo hoje!!! hsuiahsiuahus)…

    bjokas

  3. Huauha bom, esse post eu tenho muito o que comentar, pois diversas dessas situações citadas do texto eu passei junto ao autor!
    Em primeiro lugar, acho que se todos dizem que Ele é perfeito (o onipotente criador de tudo), então Ele não teria esquecido de dar essa opção ao Homo sapiens sapiens, senão pegaria mal no filme Dele né? Pensariam: “Como o Senhor todo poderoso esqueceu de um detalhe tão simples e relevante para nós?!”! Então acredito que possa ter sido como forma de penitência mesmo a nós! (Se bem que argumentariam falando Dele como: “Ele não é tão perfeito assim, se fosse, não nos puniria com essa adaptação que poderíamos ter!”. Bom, deixa pra lá…. ‘Deus escreve o certo em linhas tortas’ não é isso o que dizem?)

    Quanto às diversas situações, algumas estive presente, como a do Funk em plena madrugada (lá pelas 2a.m., aproximadamente), conversas sobre nosso primo comer mais que eu, conversas e explicações das quais duram às vezes, HORAS sobre computação, as vezes que acordamos com a chegada do meu primo mais velho berrando aqui na minha casa (isso tirando algumas vezes que o Ra e sua irmãzinha Giu chegavam de viagem e só porque eu não tinha acordado cedo pra buscá-los na rodoviária, chegavam no meu quarto me acordando, colocando sertanejo do meu pai bem alto!-Os Agroboys-!!!!) e por aí vai….

    Eu acredito que o que a Lini comentou faz até sentido, mas mesmo assim ainda acredito que possamos ganhar essa nova adaptação daqui a sei lá quantos milhões de anos + RÁPIDO do que possamos aprender a dosar as coisas que falamos e fazemos! O ser humano continuará complicado e sempre insatisfeito com algo, continuará ambicioso e hipócrita, sendo o lixo de ser que é; alguns abandonando a própria cria em banheiros públicos, outros roubando e corrompendo os demais à sua volta, outros matando e torturando…

    Mas quer saber? Acho que o Homem não vai chegar a esperar todos esses milhões de anos pra conseguir um “tapa-ouvidos”…. acho que até lá ele vai acabar inventando alguma tecnologia que resolva o nosso problema, como por exemplo, o teletransporte! Já pensaram? O cara tá lá, querendo dormir sem sucesso, devido ao funkzin, de repente em um apertar de botão: PLIM! Ele se teletransporta psicologicamente para as ilhas artificiais de Dubai num sono profundo! Huahauha show hein?!

    Quanto à escala, concordo plenamente com a nota 9,25. Talvez até seja uns 0,25 mais alto da escala que eu daria, exatamente porque o ouvido “é um receptor de bênçãos e maldições, por isso seria soberbo poder abri-lo para receber as coisas boas e fecha-lo para as coisas ruins.”. Realmente, como seria bom fechá-lo nas horas de perturbação!

  4. Eh…realmente!
    Será que esse funk que vc está falando eh o mesmo q eu ouço quase todos os fds no posto perto de casa???

    Pode ate ser…nao duvido de nada…hahahaha

  5. E o texto da semana Rafa????


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: