A vingança do Universo: cheguei ao nível INFERNO!

Dia de Fúria eu sempre tenho. Tá faltando a coragem de tocar o puteiro

Dia de Fúria eu sempre tenho. Tá faltando a coragem de tocar o puteiro

Maldito diário. Hoje eu tive uma manhã de dar inveja a Murphy. Levei um fatality daqueles do universo. Definitivamente ele quis me ferrar. E conseguiu, com louvor diga-se de passagem.

 

Tudo começou na noite de ontem. Após trabalhar o dia todo, treinar por quase duas horas, pegar um ônibus até o metrô, um metrô até perto de casa, subo a ladeira e dou de cara com o quê?

 

Opção A- O Saci montando a mula sem cabeça

Opção B- A torcida do Corinthians comemorando um título de Libertadores

Opção C- Batista e Uóshington sendo atropelados ao mesmo tempo por um trem bala

Opção D- Meu ônibus passando DE NOVO na minha frente

 

Tempo…

 

Acertou quem respondeu a letra D. Foi o tempo certinho de eu subir a ladeira, esperar o semáforo abrir e dar de cara com ele parando no ponto. Pensei: “Não vou correr porque não vai dar tempo nem fudendo.” E não daria mesmo, o ônibus estava partindo quando, de repente, ele parou e esperou uns 15 segundos uma mulher chegar. Esfregaram na minha cara o fato de que, se tivesse corrido, poderia dar tempo. Filha da putagem do caralho. Pior que se eu corresse não teria dado tempo do mesmo jeito, porque o universo tava querendo me fuder, está na cara isso!

 

No exato momento que eu vi o ônibus passando adivinhem o que eu senti? Eu NÃO fiquei nervoso, nem tive qualquer reação inconformada etc. Veio na minha cabeça minha nobre e “sábia” mãe aconselhando: “Quanto mais você fala, mais coisas acontecem. Tem que ter pensamento positivo, ‘O Segredo’!!” Pois é, o infeliz aqui pensou na hora. “Tranquilo, vou chegar no ponto e vai passar outro na hora, tenho certeza.” E falei de verdade mesmo, de coração. Sem ironias ou sarcasmo. Resumindo: 20 minutos para passar outro busão, cheguei quase 22:00 em casa.

 

No dia seguinte…

 

Acordei me perguntando porque o trem bala não atropelou Batista e Uóshington juntos na noite anterior. Se bem que possivelmente fariam o funeral do lado da minha casa e eu acordaria do mesmo jeito. Levantei ao som de marteladas e picaretadas, me amaldiçoando pela 842ª vez por não ter comprado algodão para tapar os ouvidos. Mais uma vez fiquei tentando dormir. Depois de muitos minutos consegui (milagre?).

 

O celular não despertou não sei porque e eu acordei desesperado e atrasado. Ao sair do prédio um ônibus que eu poderia pegar passou na minha frente. “Tudo bem, ônibus pra ir ao trampo passa rápido…” Mas hoje, como não poderia deixar de ser, demorou quase 20 minutos para passar. Bicho, eu posso pegar QUALQUER ônibus que passe naquele ponto. Pode ser Santa Cruz, Vila Mariana, Pompeia e Terminal Sacomã. Não passou UM em 20 minutos porra! É ou não é de fuder?

 

Quando o filho da puta chegou adivinhem por o que fui recepcionado?

 

Opção A- As team leaders do Paulistão 2009

Opção B- O time feminino de luta no gel vindo diretamente da Suécia

Opção C- Uma comitiva me dando o prêmio de 1 milhão por ser o passageiro de número 1.000 do ônibus naquele dia

Opção D- Uma criança chorando

 

Tempo…

 

Mais tempo porque essa eu reconheço que está difícil…

 

Certa de novo a opção D. Para meu inferno estar completo só faltava o choro de criança. E ele veio. O miserável chorou do início ao fim, até chegar o meu ponto (quem quer saber o que senti está bem explicado no texto “Choro de criança: o toque final de um caos”).

 

Não acabou ainda galera. Depois de aguentar o endemoniado chorando o caminho inteiro, em pé (não tinha nem lugar para sentar), ainda teve mais. Enquanto minha raiva explodia e eu pensava na forma que iria escrever o texto de hoje, me pego exclamando:

 

    – CARALHO ERA AQUI!

 

É. Perdi o ponto. Parei longe pra cacete e fui andando até o metrô. Cheguei lá disposto a não olhar o relógio. O objetivo era não ficar mais puto e preocupado com meu atraso. Entrei no trem olhando para o chão, evitando números luminosos em toda a parte. Entrei, sentei e fiquei olhando pela janela. Quando ele começa a locomover eis que surge um relógio bem na minha cara: NÃO FUJA DE MIM SEU FILHO DA PUTA. AQUI ESTÁ O QUANTO VOCÊ ATRASOU SEU MERDA! HUASHAAHAH!

 

Passei o caminho todo preocupado. Quando saio do metrô o que aparece? Sem opções desta vez: chuva. E eu, naturalmente, sem guarda-chuva. Se tivesse com ele perderia toda a graça. Fui caminhando de lá até o trabalho, calmamente, deixando-me molhar. Afinal, já estava nocauteado faz tempo. Num estado mental e físico que não permitia nem que eu me irritasse. O universo estava batendo num cachorro morto e o dia estava só começando.

 

Meu dia na escala do terror:

 

 Bom, vamos aos cálculos:

 

Perda de ônibus passando na minha cara por duas vezes: 7,5 + 0,2 para cada minuto de espera. Calculei uns 20 minutos em cada um = 2x 11,5 pontos = 23 pontos.

 

Acordar com barulho de obra: + 10 = 33 pontos

 

Criança chorando: + 8,6 = 41,6 pontos

 

Perder o ponto de ônibus: +7,1 = 48,7 pontos

 

Ver o relógio me mostrando o quanto atrasei: +3 = 51,7 pontos

 

Andar debaixo de chuva até o trampo: 9 = 60,7 pontos

 

Ficar em pé no busão: 5,9 = 66,6 pontos

 

Total= 66,6 pontos.

 

Minha pontuação chegou exatamente ao nível mais elevado da escala: INFERNO!

 

Obs: Logo mais lançarei uma tabela com os níveis de caos que cada pontuação leva. Por exemplo, meus 66,6 me levou ao nível inferno. Mas vocês saberão quanto a pontuação 25,8, por exemplo, equivale no gráfico. Poderão somar suas pontuações e ver quanto chegaram na tabela. O texto de hoje seria outro. O fiz na manhã de ontem, mas como me fudi tanto decidi jogá-lo para domingo e escrever essa experiência para vocês. O de domingo está ótimo também, aguardem.

Anúncios
Published in: on junho 10, 2009 at 6:51 pm  Comments (13)  

The URI to TrackBack this entry is: https://hilariodiario.wordpress.com/2009/06/10/a-vinganca-do-universo-cheguei-ao-nivel-inferno/trackback/

RSS feed for comments on this post.

13 ComentáriosDeixe um comentário

  1. auhauhauhuhuahuhauah CARALHO ERA AQUI!!!! pqp.
    Minha mãe sempre fala uma frase by Maluf:
    “O falar vale prata o calar vale ouro” isso depois de ele ter falado “E se o Pitta num for um bom prefeito nunca mais votem em mim” se fudeu monstro com essa frase…
    Mas sempre que penso em algo positivo parece que alguem em algum lugar, não se dá por satisfeito e logo manda outro teste do tipo “vai fdp manda alguem toma no CU e frita de raiva!!!” e quanto mais pensamento positivo mais teste, até que em determinado momento rola uma explosão e é Ai tudo passa.

    Veja pelo lado positivo agora que vc ja fritou de odio o dia vai terminar de boa, mas caso vc continuasse a pensar “vai dar tudo certo… é só ter pensamento positivo” o dia ainda estaria na metade e vc teria muito o que se fuder ainda mais.

    Abraço sangue!!!

    • Huahuaha essas falas são bem de mães mesmo né China? “O falar vale prata o calar vale ouro”, ou “Quem procura acha”, ou “Costume de casa, costume de igreja”, ou “Vigiai e orai”!!! KKK!

      MIOLO!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Deu até pena! Hahahaha 🙂

  3. Rafa!
    Pronto…o dia ta quase acabando!
    Dificil de acreditar né!? Quando tudo parece já estar contra uma pessoa..vai lá e acontece mais e mais…

    bjobjo
    *as alternativas foram demais!

  4. Taaaaadiiiiinho do meu bichinho…. =[
    É nossa vida aqui é cruel, é tanta correria que estressa. Se não fossem os horarios rígidos da rotina, vc nem estaria preocupado se perdeu o nao o onibus ou o ponto não é mesmo?
    E concordo com sua mãe, quanto mais a gente fala mais acontece! Por que vc não escreve uns posts falando das coisas boas da vida? 😉
    E outra, a gente tá aqui é pra aprender, não acredito que ninguém tenha cruz pra carregar não, Jesus já carregou por todos nós, basta aceitar, mas tem coisas que temos que passar seja para sermos mais tolerantes, ou para aprender qualquer outra lição que a vida esteja tentando nos mostrar.

    “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João 16:33)

    • Huahuahau caralho, tá rolando até versículos de bíblia agora?!

      Huahuaha Dani, se ele citasse coisas boas não seria “O cotidiano visto por maus olhos”! (Pense nisso!)

    • Poderia até ser interessante escrever sobre coisas boas… mas, COM CERTEZA, não seria tão divertido! 😛

      • Não não…. o que mais têm são coisas boas escritas em tudo quanto é canto! Propagandas, santinho de época de eleições, papéis e cartazes de auto-ajuda “Você está sofrendo? Venha ao centro-espírita Mãkilãki!” e por aí vai!

        Huahua aqui a gente retrata a realidade de forma engraçada, a ponto de “rir para não chorar”! SACÔ?!?!?! õ.O

  5. Em primeiro lugar: FANTÁSTICA foto! Tem dia que simplesmente dá vontade de encarnar o Michael Douglas desse filme (Falling Down/Um Dia de Fúria) e sair mandando todo mundo pro inferno, literalmente!

    Huahuahua as alternativas foram geniais! KKK!
    “Opção C- Uma comitiva me dando o prêmio de 1 milhão por ser o passageiro de número 1.000 do ônibus naquele dia” HYUAHUAHA! Mas seria mais engraçado se as certas não fossem só a letra “D” nas duas perguntas! (Tipo, colocar a resposta correta no meio dessas alternativas pra ficar mais “desafiador”! Hauha!)

    Bom, nem tem muito o que comentar nesse texto, acho que tudo o que foi descrito relata o quanto podemos nos fuder no nosso cotidiano, sendo uma coisa atrás da outra! E nem sempre adianta ficar pensando no lado “bom” ou “menos ruim” da coisa, porque tem dia que é FODA! Esse negócio aí de que se pensar coisa boa vai acontecer coisa boa não é sempre que acontece não! Huahau! O Ra é testemunha de que não é bem assim não! KKKK! Algumas vezes, sem ironias, tentava ser otimista pra “trazer” alguma coisa boa pra melhorar a situação e…. bem… acho que o Universo me observava e pensava: “Ah, tá rindo ainda com tudo isso? Então tá preparado pra se fuder mais!”

    “E, como sempre, o destino gosta de fazer uma brincadeira chamada: ‘DANA-SE MOE!'” (Moe Szilak, The Simpsons!)

    (Huahauha se a Dani pode citar versículos, posso citar frases geniais de Os Simpsons!!!)

    Huehueh mas fizesse bem dom, já tava todo fudido mesmo, fez a coisa certa, caminhar na chuva! (Vai que você corre e é atropelado pelo ônibus que você tava, pra tornar a situação ainda mais irônica???)

  6. Sensacional a ideia das alternativas! A melhor parte, com certeza! No mais, só o que posso dizer do seu dia de cão é que saber de tamanha desgraça alheia é bom, faz a gente se sentir mais leve, acreditando que a nossa vida não é assim tão ruim! kkkkkkkkkkkk Sacanagem, né!

    • É, qnd se achar azarada Ju, dê um pulo aqui e saia feliz. Eu faço isso com um primo meu q, acreditem, consegue se fuder mais q eu!

      • Annn… nada a declarar meretíssimo!

  7. haushauhsas…..sem dúuvidas o texto mais engraçado até agora.. Ta cada vez melhor =D

    adoooooroo
    Beijo Ra =**


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: